Sempre que vamos comprar algum produto é muito importante não se esquecer de verificar se é certificado pelo Inmetro (Instituo Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Mas, no caso de painéis solares, a situação é outra, vai muito além. Não basta que ele seja certificado apenas pelo Inmetro, é de suma importância verificar também se contempla os padrões internacionais estabelecidos na IEC 61215.

Antes de continuar, precisamos deixar bem claro que os testes realizados pelo Inmetro são sérios e realizados por profissionais capacitados. O que ocorre é que eles realizam o Flash-Test, que é apenas um dos testes dentre os realizados pela IEC 61215. Ou seja, apenas esse teste não garante o bom desempenho e vida útil dos painéis solares.

Mas, agora você pode estar se perguntando, se o Inmetro realiza apenas o Flash-Test e ele já é também realizado pelos padrões internacionais, porque ser realizado também pelo Inmetro?

O Inmetro verifica e fiscaliza as normas técnicas e legais referentes às unidades de medida, é responsável por manter a cadeia de rastreabilidade dos padrões das unidades de medida no País, tornando-as harmônicas internamente e compatíveis no âmbito internacional. Então, o selo do Inmetro é que garantirá que existe uma empresa estabelecida no Brasil que seja legalmente responsável pelo produto. Portanto, para saber se o painel solar que deseja adquirir está sendo comercializado legalmente no Brasil, não deixe de verificar se possui o selo do Inmetro.

São os testes realizados pela IEC 61215 que garantirão todos os padrões de segurança e qualidade necessários.

A IEC 61215 realiza 18 testes, vejamos quais são e o que é analisado em cada um deles.

1 – Inspeção visual: como o nome já sugere, serve para detectar qualquer “defeito visual”.

2 – Determinação de potência máxima (Pmax): serve como parâmetro de desempenho. É necessário ser realizado várias vezes, tanto antes como depois dos vários testes realizados pelos padrões internacionais. Podendo ser feito com um simulador solar (Flasher) ou ao ar livre. Este teste é o realizado pelo Inmetro.

3 – Resistência de isolamento: determinará se o módulo fotovoltaico tem um isolamento elétrico suficientemente seguro entre a sua parte interna e o quadro de alumínio.

4 – Teste molhado de fuga de corrente: avaliará o isolamento da placa fotovoltaica contra a entrada de umidade em condições de funcionamento em que possa molhar (chuva, neblina, orvalho, etc.), se não correrá o risco de choque elétrico.

5 – Medição dos coeficientes de temperatura: simulará os rendimentos de energia dos painéis solares em locais onde o clima atinge altas temperaturas.

6 – Medição da temperatura nominal de funcionamento da célula (NOCT): trata-se de um parâmetro de desempenho, sendo útil quando se compara o desempenho de diferentes modelos de painéis fotovoltaicos.

7 – Desempenho do painel solar na STC e NOCT: avaliará como o painel solar se comporta na STC (Condições padrões de teste) e NOCT (Temperatura nominal de operação da célula solar), quando é submetida a uma carga.

8 – Desempenho do painel solar em baixa irradiância: testa o painel em condições de pouca luz.

9 – Teste de exposição ao ar livre: avalia a capacidade do painel ao ar livre. Este teste pode indicar possíveis problemas que podem não ter sido detectados com outros testes dentro do laboratório.

10 – Teste de resistência de Hot-Spot: teste térmico que determina a capacidade do painel solar de suportar um aquecimento localizado causado por rachaduras nas células, falhas de interconexão, sombreamento parcial ou sujeira.

11 – Teste de resistência UV (Ultra Violeta): com o objetivo encontrar materiais que sejam suscetíveis a degradação por raios UV.

12 – Ensaio de ciclagem térmica (200 ciclos): simula tensões térmicas no interior dos materiais, testando mudanças abruptas de temperaturas extremas.

13 – Teste de Umidade & Congelamento: testa-o em um ciclo de aquecimento e congelamento de 85ºC a -40ºC de umidade relativa.

14 – Teste Damp-heat (1000 horas): tem como finalidade determinar a vida útil do painel solar. É esse teste possibilita a garantia padrão de 25 anos dos painéis fotovoltaicos.

15 – Robustez de teste terminações: esse é um teste de stress mecânico, simulando uma montagem normal e a manipulação do painel em vários ciclos e níveis de resistência, flexão e torque.

16 – Teste de carga mecânica: determina a capacidade do painel de suportar cargas estáticas, neve, vento, gelo, etc.

17 – Teste de resistência contra granizo: testa a resistência ao granizo. O equipamento desse teste é um lançador capaz de impulsionar várias bolas de gelo de diferentes pesos e velocidades diferentes de modo a atingir o painel em 11 locais específicos de impacto.

18 – Ensaio térmico diodo by-pass: determina o comportamento térmico do painel solar sob condições de Hot-Spot, pois isso impacta diretamente no desempenho do painel quando é instalado em uma residência ou empresa.

Agora que você já sabe do quanto é importante tanto em relação à qualidade como em relação à segurança, saiba que na Ecobox todos os painéis solares possuem a certificação IEC 61215, IEC 61730, UL1701 ISO9001:2008, ISO14001:2004 INMETRO Registro 001388/2020. Vai produzir sua própria energia limpa e sustentável? Nós podemos te ajudar!

Add Comment